SIADAP/QUAR

SIADAP/QUAR 

Título

SIADAP/QUAR do IMT

Sistema Integrado de Gestão e Avaliação do Desempenho na Administração Pública (SIADAP) e Quadro de Avaliação e Responsabilização (QUAR) do IMT

2016 - IMT

Despacho n.º 1/AD/2016 – Constituição do Conselho Coordenador de Avaliação

Despacho n.º 2/AD/2016 – Delegação de competências

Regulamento de funcionamento do Conselho Coordenador de Avaliação

Critérios para a Ponderação Curricular e respetiva valoração

Minuta de pedido de ponderação curricular

2015 - IMT

Despacho n.º 6/AD/2015 relativo à constituição das Comissões Paritárias 2015-2018

Despacho n.º 2/AD/2015 relativo à constituição das Comissões Paritárias para o biénio 2015-2016 e 2017-2018

2014 - IMT

Despacho n.º 1/AD/2014, relativo à constituição do Conselho Coordenador de Avaliação (CCA) - composição normal

2013 - IMT

Critérios para a Ponderação Curricular e respetiva valoração, aprovados na reunião do Conselho Coordenador de Avaliação 

Despacho n.º 6/AD/2013, relativo à diferenciação de desempenhos referente ao ano de 2012

Despacho n.º 5/AD/2013, relativo à nomeação de avaliadores

Despacho n.º 4/AD/2013, relativo à constituição das Comissões Paritárias para o biénio 2013-2014

Despacho n.º 3/AD/2013, relativo à constituição do Conselho Coordenador de Avaliação - composição normal e restrita - e das secções Autónomas

Despacho n.º 1 /AD/2013, relativo ao SIADAP 2012 e SIADAP 2013-2014

--------------------------------------------------------------------------------------------------------

2012

Despacho relativo à eleição dos representantes dos trabalhadores para integrarem a Comissão Paritária

Despacho relativo à eleição das Comissões Paritárias para o biénio 2013-2014
(artigo 59.º da Lei n.º 66-B/2007, de 28 de Dezembro)

--------------------------------------------------------------------------------------------------------

2011 - IMTT

No âmbito da Lei n.º 66-B/2007, de 28 de Dezembro, que institui o Sistema Integrado de Gestão e Avaliação do Desempenho na Administração Pública (SIADAP), o Senhor Secretário de Estado dos Transportes aprovou, a 27 de Janeiro de 2011, o Quadro de Avaliação e Responsabilização (QUAR) para 2011, proposto pelo Conselho Directivo do IMTT, I.P.
 
Consulte aqui o QUAR 2011

Despacho relativo à constituição do Conselho Coordenador de Avaliação (CCA) e Secções Autónomas do IMTT

Despacho relativo à alteração à constituição da Secção Autónoma do Alentejo e Algarve

 

2011 - InIR

A avaliação do desempenho do InIR, I.P. assenta num Quadro de Avaliação e Responsabilização (QUAR) onde se evidenciam os objetivos, indicadores de desempenho, resultados alcançados, meios disponíveis e a avaliação final do desempenho do serviço.

QUAR 2011 do InIR

--------------------------------------------------------------------------------------------------------

2010 - IMTT

SIADAP/QUAR 2010

No âmbito da Lei n.º 66-B/2007, de 28 de Dezembro, que institui o Sistema Integrado de Gestão e Avaliação do Desempenho na Administração Pública (SIADAP), o Senhor Secretário de Estado dos Transportes aprovou, a 19 de Março de 2010, o Quadro de Avaliação e Responsabilização (QUAR) para 2010, proposto pelo Conselho Directivo do IMTT, I.P..
 
Com base na missão confiada ao IMTT, I.P. e nos objectivos estratégicos privilegiados para 2010, foram aprovados quatro objectivos operacionais, nas dimensões-chave do processo QUAR, para avaliação do Instituto.

No âmbito da dimensão eficácia, foram prosseguidos os seguintes objectivos:

- “Implementar o Sistema Central de Cobrança de Taxas (SCCT) até ao final do 1.º semestre de 2010”. O SCCT trata-se de uma aplicação particularmente relevante para suporte às áreas de atendimento e com reflexos imediatos nas actividades de contabilidade e tesouraria, permitindo a centralização da cobrança de todas as taxas aplicadas pelo Instituto, de forma articulada com as várias aplicações de negócio; o controlo eficaz da cobrança de taxas e a uniformização do processo para as diferentes áreas de negócio; a integração do actual sistema de pagamentos por referência Multibanco nas suas várias modalidades (assegurando a geração das referências para pagamento) e a comunicação às aplicações de negócio da efectivação do pagamento, a fim de permitir a continuidade dos processos;

A consecução deste objectivo tem como pressupostos os seguintes factores:

  • correcta concepção e desenvolvimento do sistema;
  • entrada em produção, em tempo útil, da aplicação;
  • adequada formação aos utilizadores;
  • eficaz apoio inicial à utilização do sistema, designadamente nas primeiras semanas de funcionamento do mesmo.

Para além de benefícios tangíveis em termos de gestão, o bom funcionamento desta aplicação apresenta igualmente vantagens na relação com o utilizador externo, em termos da facilitação do atendimento e da redução do tempo necessário para o mesmo;

- “Atingir 65% de registo de carreiras concessionadas ao abrigo do RTA, com origem e destino nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto, no Sistema de Informação Geográfica de Gestão de Carreiras (SIGGESC)”. O SIGGESC consiste num instrumento de modernização administrativa de inovação tecnológica acentuada, permitindo o registo de carreiras pelos operadores. Este sistema introduz não só um novo conceito de relacionamento administrativo IMTT, I.P./ Operadores de Transporte/ Utilizador (alimentação de sistemas de informação ao público), como também de planeamento e gestão do sistema de transportes.
O factor crítico de sucesso deste objectivo prende-se com o comprometimento dos operadores de transporte público de passageiros na inserção de informação de carreiras no sistema;

Por outro lado, tendo em consideração que um dos factores chave de sucesso da actuação do IMTT passa pela rapidez de resposta aos utilizadores, foi mantido, para o corrente ano e na dimensão eficiência, o objectivo de “Reduzir em 10% o tempo médio de emissão de cartas de condução”. No corrente ano, o indicador fixado não considera as trocas de cartas estrangeiras, por impossibilidade de previsão do correspondente tempo de demora de emissão. Para a aferição do referido tempo, considerou-se relevante o período que medeia entre a data de entrada da pretensão de carta de condução no serviço e a respectiva data de personalização por parte da Imprensa Nacional – Casa da Moeda.

Por fim, a nível da qualidade, o IMTT, I.P. decidiu “Melhorar em 5% a taxa de satisfação dos utilizadores face à obtida em 2008”, uma vez que se procura consolidar como um serviço de referência a nível do atendimento presencial ao público.

Os dirigentes e colaboradores de todos os serviços desconcentrados e subunidades orgânicas deverão assumir e partilhar estes objectivos, espelhando-os na gestão das suas actividades.

Critérios para a Ponderação Curricular e Respectiva Valoração - 2010

Deliberação do Conselho Directivo sobre Prémios de Desempenho e Alteração da Posição Remuneratória por Opção Gestionária - 2010

Despacho relativo à eleição das Comissões Paritárias
(artigo 59.º da Lei n.º 66-B/2007, de 28 de Dezembro)

Despacho relativo à eleição dos representantes dos trabalhadores para integrarem a Comissão Paritária

Despacho relativo à constituição das Comissões Paritárias

 

2010 - InIR

A avaliação do desempenho do InIR, I.P. assenta num Quadro de Avaliação e Responsabilização (QUAR) onde se evidenciam os objetivos, indicadores de desempenho, resultados alcançados, meios disponíveis e a avaliação final do desempenho do serviço.

QUAR 2010 do InIR

 
Termos de Utilização - Copyright © 2008 - 2017 www.imtt.pt - Todos os direitos reservados | Site optimizado para 1024x768, IE7+, FF2+ | Desenvolvido por CPCis
Os conteúdos deste site, publicados a partir de 1 de Janeiro de 2012, cumprem as regras do Acordo Ortográfico.
Símbolo de Acessibilidade à Web [D] Level Double-A conformance icon,W3C-WAI Web Content Accessibility Guidelines 1.0